About Me

My photo

Paulo José da Costa é livreiro e ex-funcionário do Banco do Brasil.   Considera-se um garimpador da memória, procurando nos sótãos e porões as fotos antigas, postais, cartas, diários com que alimenta sua paixão que tem foco no cotidiano.  Pesquisador de história da música e do cinema, postando raridades no youtube.  Mantém enorme acervo de cds, dvds, fitas, vinil, discos de rádio, 16 polegadas, 10 polegadas, compactos e o escambau. Ex-libris, filmes antigos, gravuras, affiches, cartas, jornais antigos, albuns de família, postais, a lista é grande. Sempre procurando mais. Tem quatro blogs e desenvolve projeto de livro sobre o cotidiano paranaense através das fotos de família entre 1870/1960. Mantém arquivo de memória paranaense e catarinense.

27 February 2016

A VILA ODETE, O ESPLENDOR DO CICLO ERVATEIRO EM CURITIBA




                         A Vila Odete começou a ser construída em 1923 para abrigar Agostinho Ermelino de Leão e sua esposa, recém casados. Com mais de 800 m2,  tinha muitas salas, cada uma decorada em estilo diferente,com as mais finas madeiras, panos, vitrais, mármores, entalhes, marchetaria...   A beleza dos jardins é impressionante.   É a síntese perfeita do que a riqueza da erva-mate proporcionou a algumas famílias curitibanas, o retrato perfeito de uma época, de um ciclo.    
                         O autor do projeto é Eduardo Fernando Chaves (1892-1944).                        
                         Esse álbum eu encontrei nas mãos de um colecionador de São Paulo, que me cedeu gentilmente para publicação.

se usar as imagens, por favor cite a fonte. 












































Paulo José da Costa
agradeço por informações que completem a postagem
compro material fotográfico e documental para compor meu acervo.
paulodafigaro@hotmail.com



8 comments:

  1. Felizmente não levou fim nenhum, ainda está no mesmo lugar ao lado do Palacete Leão. e muito linda ainda....

    ReplyDelete
  2. Excepcional!!! Uma verdadeira maravilha!!!

    ReplyDelete
  3. Anonymous10:10 AM

    Olá, Paulo! Sou vizinho da mansão. Ela ainda pertence à família Leão?
    Felipe

    ReplyDelete
  4. Que suntuosidade! Desde aquela época, o agronegócio garante a sobrevivência do Brasil, como hoje é o setor econômico que mantém este País. Naquela época, a erva mate, hoje, os grãos e a produção animal! Parabéns pelas belas fotos. Vida de magnatas do chimarrão!

    ReplyDelete
  5. Cassiana lacerda6:56 PM

    Odete Leão, que mora na casa tem este album. Ela cedeu, a meu pedido, para a Casa da Memória para ser fotografado.

    ReplyDelete
  6. Riva Helena Rifan9:07 PM

    Fiquei encantada !!! É maravilhosa !!! Não conhecia, obrigada por postar e contar sobre ela.

    ReplyDelete
  7. Graças a tudo isso minha família emigrou da Ilha da Mafeira direto para trabalhar na produção do chá. Meu pai,tios e primos foram operários na fábrica e meu avo guardião na mansão de Ivo Leão e dona Lolita.

    ReplyDelete

seu comentário está em análise. Em breve será postado.