About Me

My photo

Paulo José da Costa é livreiro e ex-funcionário do Banco do Brasil.   Considera-se um garimpador da memória, procurando nos sótãos e porões as fotos antigas, postais, cartas, diários com que alimenta sua paixão que tem foco no cotidiano.  Pesquisador de história da música e do cinema, postando raridades no youtube.  Mantém enorme acervo de cds, dvds, fitas, vinil, discos de rádio, 16 polegadas, 10 polegadas, compactos e o escambau. Ex-libris, filmes antigos, gravuras, affiches, cartas, jornais antigos, albuns de família, postais, a lista é grande. Sempre procurando mais. Tem quatro blogs e desenvolve projeto de livro sobre o cotidiano paranaense através das fotos de família entre 1870/1960. Mantém arquivo de memória paranaense e catarinense.

02 October 2016

INÉDITOS DO FOTÓGRAFO JOSÉ WEISS (Paraná, anos 1900-1940)





               O fotógrafo José Weiss chegou a Curitiba por volta de 1890 e foi trabalhar com o veterano Adolpho Volk.  Ficou quatro anos e largou a companhia de Volk para, junto com seu irmão Augusto, tocar o próprio negócio. Assim surgiu a empresa J.Weiss e Irmão, cujo selo vemos em centenas e centenas de cartes de visite e cabinet da época. Era especialista em platinotipia, pintura a aquarela, óleo, em "paisagens, edifícios e interiores de casas" (Almanack do Paraná, 1901).  Editou dezenas de vistas em cartões postais , delícia dos colecionadores de hoje.  Por volta de 1903 desfez a sociedade com o irmão Augusto (que passou a viajar pelas cidades do interior como itinerante, inclusive estabelecendo-se em Ponta Grossa)  e José prosseguiu sozinho em Curitiba até meados dos anos 1920, quando Carlos Brenner o sucedeu na empresa.  Seu filho Ewaldo Weiss tinha negócio de fotografia em Ponta Grossa.
               A importância desses negativos de vidro é capital, pois são inéditos desse grande fotógrafo e com prazer os trago à luz.  São fotos do interior do Paraná, de viagens diversas.  Os originais estão em São Paulo nas mãos de um colecionador que, a meu pedido, os cedeu para a divulgação no blog.

              Como outras postagens em meu blog, essas imagens são provocativas porque exigem daquele que as vê um exercício de localização de época e espaço. Àqueles que reconhecerem lugares ou pessoas peço que nos escreva para irmos completando e enriquecendo a postagem.

copyright 2016 Paulo José da Costa

autorizo o uso mediante expressa citação da fonte.


CLIQUE NA FOTO DUAS VEZES PARA VÊ-LA AMPLIADA
           








noiva - anos 40





Posto Telegráfico do Cadeado, Estrada de Ferro da Serra do Mar, km 63,8









construção da E.F.São Paulo-Rio Grande - Ponte provisória sobre o rio Uruguai- Piratuba SC - 1910/1911





grupo familiar - anos 40






casamento - em redor de 1948





casamento - em torno de 1948








































Lapa (PR), antigo Colégio General Carneiro, atual Prefeitura 





Estrada de Ferro da Serra do Mar, pontilhão da Garganta do Diabo, km 65 
























1 comment:

  1. Uma foto melhor que a outra!! Magnífico...

    ReplyDelete

seu comentário está em análise. Em breve será postado.